Mangangá vermelho

Mangangá vermelho

Nome Comum : Mangangá vermelho / Barbfish (ing.)
Nome Científico : Scorpaena brasiliensis
Família : Scorpaenidae

Distribuição Geográfica
Ocorre no Atlântico ocidental, da Virgínia (EUA) ao Golfo do México. No Brasil ocorre até a região Sudeste.

Descrição
Corpo robusto, cabeça grande com espinhos e apêndices espalhados pela cabeça. A coloração é variável, com tons marrons ou vermelhos, apresentando manchas mais escuras, dependendo do substrato onde o peixe repousa. Possui 2 faixas mais escuras na borda da nadadeira caudal. Possui também um ponto escuro nos flancos um pouco acima na nadadeira peitoral, às vezes possui um segundo ponto escuro um pouco menor logo atrás.
Medidas máximas: 40,0 cm de comprimento.

Ecologia
Vivem em contato constante com o substrato, em águas rasas. São encontrados tanto em fundos com corais ou fundos rochosos, também podem ser encontrados em fundos arenosos ou com cascalho. São solitários e permanecem praticamente imóveis camuflados com o ambiente. Os espinhos das nadadeiras possuem peçonha, e podem causar ferimentos dolorosos. Se alimentam de pequenos peixes.

Mais nomes populares : Beatinha, Beatinha pintada, Beatriz, Mamangá, Mangangá, Mangangá pintado, Niquim, Niquim da pedra, Niquim de pedra e Peixe escorpião.

0 comentários:

Postar um comentário